O Cachimbo Sagrado

Quando a Mulher Novilha de Búfalo Branco trouxe o Cachimbo Sagrado, que foi entregue ao povo Lakota, naquela época chefiado pelo cacique Chifre Oco em Pé, ela revelou que trazia um presente sagrado e que devia ser tratado sempre de uma forma sagrada, com o mais profundo respeito e reverência. “O Cachimbo”, disse, “nunca deve ser visto nem tocado por um homem ou mulher impuros”.

“Com este Cachimbo vocês enviarão suas vozes para o Grande Espírito, o Ser Supremo, o Criador de Tudo; andarão sobre a Terra, que é sua Mãe, e todos os seus passos serão sagrados”, explicou ela aos índios sentados ao redor da fogueira, no centro do acampamento.

“O bojo do Cachimbo”, continuou a explicar, “é de pedra e representa a Terra. O cabo é de madeira, representando todas as coisas que crescem. O bojo do Cachimbo pode ser enfeitado com um desenho do Búfalo – significando as criaturas de quatro pernas que vivem como nossos irmãos – e a haste, com penas de Águia, simbolizando os irmãos alados”.

“Quando você usar o Cachimbo para orar, enviando sua voz ao Grande Espírito, você está se conectando com todas as suas relações. E deve lembrar que todas as pessoas que caminham na Terra também são sagradas”, disse a Mulher Novilha de Búfalo Branco, acrescentando que o Cachimbo é um presente Sagrado do Grande Espírito que, conta a tradição, esculpiu e a incumbiu de trazê-lo aos seus filhos, devendo ser tratado desta maneira, “trazendo-a sempre consigo”.

Os índios aprenderam, então, o ritual do Cachimbo que honra as Quatro Direções e, nelas, as quatro raças, os quatro ventos e os quatro Avôs, além do Grande Espírito, a Mãe Terra e tudo o que há sobre a face da Terra. O Cachimbo é para orar e para curar. Em ambas as situações é preciso se honrar este presente do Criador, mantendo-se em estado de alerta, com os pensamentos em comunhão com o Divino. Orar, para os povos nativos, é deixar o coração.

Pode-se fumar o Cachimbo para buscar cura para si ou para outras pessoas, obter respostas para dúvidas e questões, pedir ajuda ao Grande Espírito, agradecer pelas bênçãos recebidas (orar é uma maneira de dar graças). O Cachimbo é o meio de dar forma concreta às orações e enviá-las ao Criador que melhor as receberá a depender da simplicidade e pureza de intenções.

Texto de Derval e Victoria Gramacho – Magia Xamânica

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s