Sobre sensações e pensamentos

Eu e meu marido decidimos, há mais ou menos um mês, que teríamos um outro filho (já temos uma pequena, de 5 anos, chamada Sophia).
E me dei conta que eu talvez precise me aproximar do meu corpo, de seus sinais e sensações. Me dei conta que, apesar de super atenta, não sei dizer se já estou grávida ou não. E isso, embora um pouco frustrante, é um indício do quão longe estou de mim mesma. Paradoxal né?

Tenho tido sensações uterinas (estas que aliás mudaram muito depois de ter a Sophia, antes eu não “sentia” meu útero, depois sinto de fato ele), tive uma pequena cólica hoje, teve um outro dia que passei mal, senti “borbulhas”…enfim. Mas eu só vou partir pro teste de farmácia (se eu não conseguir o de sangue antes, afinal não tenho plano de saúde) depois que a menstruação atrasar, se ela atrasar. Ou seja, lá pro dia 15.
Até lá vou aguardando.
Mesmo sem saber, e idéia de ter um filho já está presente, se você acredita em alma e tal, eu diria que ele já está do meu lado. Meu marido e minha filha estão super animados, vez ou outra comentam algo. A energia de um novo membro familiar já está aqui. E é ótimo poder planejar e ter um momento propício para a nova vida. Me posiciono com mais consciência frente ao que está por vir.  E quero uma gravidez consciente, tranquila e feliz.

 Quero poder escolher onde parir.  Eu quero ter um parto dentro d’agua e em casa, junto com minha familia linda, minha amoreira, junto com a paz que tenho em casa, o acolhimento. Se, durante a gravidez tiver algo que seja contrário (e genuino) a ter um parto em casa, tudo bem, mas que seja um parto humanizado e consciente, que eu saiba o porquê de estar tomando determinado remédio, das possibilidades e principalmente da MINHA ESCOLHA. Ninguém devia ser privado de escolher.

Print feito por Adèle

Entrei em contato com a Adèle Doula que tem compartilhado várias informações e palavras de carinho comigo. Ela trabalha como doula em Brasília e estuda psicologia. Estudamos juntas em 199? no Licée Pasteur/SP e fomos nos reencontrar através do Facebook ^-^ Eu brinco dizendo que ela é minha doula virtual! E já faz “aquela” diferença”. Deixa a gente mais “sossegada”….faz pensar…desmistifica essa área, tão controlada por profissionais da saúde (nada contra eles) e hospitais e tão longe de nós mesmas.

Engravidar, parir, criar um filho, deviam ser coisas mais conscientes e responsáveis.

Jhenifer gravida – foto por mim

Enfim. Vou compartilhar com vocês um video lindo, de um parto domiciliar aproveitem !
 Parto Natural de Naolí Vinaver

Grandes abraços!!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sobre sensações e pensamentos

  1. Que linda, minha Doulanda Virtual!!!! Adorei a idéia de documentar a chegada do segundinho em um Blog! Muito sucesso para você, eu sei que esse Blog vai bombar!!! rsrsrs
    Beijão

  2. Oh querida!!
    Obrigada! A ideia é, não só relatar e documentar a chegada dele, mas tb reunir essa mulherada linda (e homens tb, why not?) para nos empoderar cada vez mais!
    ^_^
    Lindona!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s