Estamira. Documentário de Marcos Prado.

O filme Estamira é de uma força e grandeza, que sair ileso é quase impossível. Alguns saem incomodados, outros revoltados, eu fiquei pensativa. Pensativa pois é um filme que dá a voz ao excluído, ao louco, no caso, uma mulher com problemas mentais (fato que eu questiono).

Durante todo um período histórico, que permanece até hoje, o “doente mental” foi calado. Sua capacidade mental é tão debilitada, tão doente, que sequer “pode” responder por si mesmo. E este filme, vai contra toda uma cultura de silêncio e nos faz, isso mesmo, nos faz escutar a Estamira. Ao berros.

Ela é uma senhora que trabalha no lixão de Guamacho, RJ. E ela, sob todos os aspectos que você possa imaginar, limpa.Ela vive do lixo. Ela se alimenta. Ela tem amigos. Ela vive de limpar a sujeira que a nossa sociedade “ao contrário”(expressão dela) produz. Ela luta contra o mentiroso, contra o Deus (criado pelo homem) estuprador, contra todas as situações que ela acredita serem “trocadilhos”, no sentido de inversão do sentido das coisas.

estamira2

ISSO AQUI [O LIXÃO] É O DEPÓSITO DOS RESTOS. ÀS VEZES É SÓ RESTO, ÀS VEZES VEM TAMBÉM DESCUIDO. (…) CONSERVAR AS COISAS É MARAVILHOSO. LAVAR, LIMPAR E USAR MAIS, O QUANTO PODE. AS PESSOAS TÊM QUE PRESTAR ATENÇÃO NO QUE ELAS USAM, NO QUE ELAS TÊM. PORQUE FICAR SEM É MUITO RUIM”- Estamira

Ela, em sua consciência de mundo, de vida, fala de meninos sapos, do além mundo e da natureza, como forças e entidades que simplesmente existem. Ela vê. Ela fala.

A MINHA MISSÃO, ALÉM DE SER ESTAMIRA, É MOSTRAR A VERDADE E CAPTURAR A MENTIRA. (…) NÃO TEM INOCENTES:TEM ESPERTOS AO CONTRÁRIO”

Eu não a vejo como louca e nem como doente.

Quem é doente é essa sociedade em que vivemos, com valores trocados, sentimentos atropelados, dor, mentira e orgulho. Que mérito nós temos em classificá-la como doente, se quem está doente somos nós? Vivemos num trocadilho eterno, fingimos patentes, negamos nossa idade, nossa maternidade, ensinamos a pornografia, nos divertimos com a dor alheia. Isso sim é doença para mim.

Se ela é louca, também sou.

“SABIA QUE TUDO O QUE É IMAGINÁRIO EXISTE, E É, E TEM?”- Estamira

estamira



Confiram o site do filme, e claro, assistam, vale muito a pena. Dê uma chance e escute o que ela tem a dizer.

http://www.estamira.com.br/

Para quem já viu o filme, confiram esta entrevista recente, feita com o diretor do documentário, falando da Estamira hoje em dia:

http://revistatpm.uol.com.br/56/estamira/02.htm

Grandes abraços!!!

Anúncios

Um pensamento sobre “Estamira. Documentário de Marcos Prado.

  1. olá !meu nome é joel . desde o ano de 2005 até hoje estou trabalhando na tentativa de evitar o óbito de uma moça nascida em 1961, com problema mental parecidissimo com o de estamira . o passado dela , a agressividade dela , os devaneios dela , tudo muito similar . curioso é que ambas provem desta área de caxias . já vi 3 casos iguais . parece que esta área é que embute no cérebro tais reações . a minha ajudada eu a coloquei num grupo de budismo para recitar os mantras e notei uma melhora visivel nas crises dela . joel . parabens abraços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s