O Amor

“Encha de tal maneira o meu coração de Amor
que cada lágrima minha se transforme numa estrela.”
(Hazrat Inayat Khan)

Inayat Khan, fundador da Ordem Sufi no ocidente, nasceu em Baroda, Índia,a 5 de Julho de 1882, no seio de uma família de grandes músicos. Em criança, Inayat Khan interessou-se pela música e pelas visitas a homens santos. Dado o seu amor profundo pela tradição musical indiana, dedicou a parte inicial da sua vida à reinstauração do valor espiritual da música, viajando e tocando num evoluído estilo clássico indiano. Um dos grandes patriarcas da música, o Nizam de Hydebarad, respondeu ao cantar de Inayat Khan ao agraciar-lhe com a mais alta distinção musical indiana: o Tansen da Índia.

Inayat sentiu então que tinha cumprido os seus objectivos na música e virou a sua atenção inteiramente aos assuntos do espírito. Encontrou o seu professor ideal na pessoa de Hazrat Abu Hashim Madani, o sucessor de um dos ramos da Ordem Chisti Sufi indiana. Depois de ter feito o juramento sagrado de iniciação, realizou cursos de aprendizagem nas quatro escolas sufi: Chisti, Naqshbandi, Qadiri e Shurawardi. Antes de morrer, Abu Hashim Madani chamou o seu pupilo Inayat Khan ao seu leito para abençoá-lo e ordená-lo para que espalhasse a mensagem do sufismo no ocidente, dizendo que recebera a ordem de Moinuddin Chisti, fundador da Ordem Chisti na Índia.

Seguindo este chamamento de Deus, Inayat Khan abandonou a Índia em direcção ao ocidente no dia 13 de Setembro de 1910. Chegou aos E. U. A. , tendo posteriormente viajado pela Europa e Rússia, espalhando as sementes do sufismo. Pir-o-Murshid Inayat Khan estabeleceu-se em Paris e posteriormente em Genebra, onde ensinou o sufismo e liderou uma organização.

Em 1926 Pir-o-Murshid Inayat Khan regressou à Índia, onde faleceu no ano seguinte. O seu dargah (mausoleu) encontra-se em Nova Delhi nas instalações do Hope Project. Ele deixou um legado de inspiração, tanto nos livros transcritos das suas prelecções como na transmissão espiritual passada para os seus sucessores e membros da Ordem Sufi de hoje.”

Fonte: http://arcamusic.blogspot.com/2007/05/hazrat-inayat-khan.html

 Hazrat Inayat Khan

 

Amado Senhor, Deus Todo-Poderoso!
Através dos raios de sol,
Através das ondas do ar,
Através da vida que habita o espaço,
Purificai-me e fazei-me reviver, eu oro,
Curai meu corpo, meu coração e minha alma.
Amém
(Hazrat Inayat Khan)

 

Que a luz de Hazrat Inayat Khan ilumine o dia de hoje, o seu dia, o seu olhar, o seu agora! Que os mestres do oriente nos mostre a verdade, o desapego, e o amor em seu estado puro.

Que assim seja amigo! 

Grandes abraços iluminados.

Anúncios

4 pensamentos sobre “O Amor

  1. Linda!!!
    O seu também é mto iluminado!!

    Bjaaaaaaaaaaaaaao!!
    (nao me lembro como responder o Sawabona…)

    Namastê!

  2. As Salam Maleikoom !
    Favor enviarem sempre informações sobre
    ‘SUFISMO’ !
    Grato, cordialmente, BISMILLÁH

    MARWANN HABIB CASTRO

    marcohabib@ig.com.br

    Fone 55-021-11-6327-1250

  3. Ok!!!
    Se você tiver mais informações, pode enviar também!
    Grandes abraços!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s