Trazendo a primavera…

Ontem tive um final de tarde muito agradável, com amigos e familia em casa. Eles trouxeram bebidas, petiscos e uma energia muito boa. Conversamos, bebemos, vimos curtas (uns dos outros), falamos sobre a vida, enfim, foi muito bom.

Fiquei pensando em várias coisas depois.

Primeiro, que eu percebi que gostaria de ter maiores condições de poder fazer isso mais vezes, de poder oferecer coisas gostosas para comer, para beber, porque colo e ouvidos, aqui nunca faltam. Mas dinheiro sim, então muitas vezes não posso oferecer essas “besteirinhas” que eu tanto amo oferecer.

E vi algo. Entendi.

Que muitas vezes passamos por dificuldades (sejam financeiras ou não), não só para aprendermos sobre aquilo, mas para darmos a oportunidade de nossos amigos mostrem quem são.
De mostrarem como lidam com isso, de como vêem o mundo e de como reagem às coisas dificeis.

Alguns somem, achando que você não ligou naquele dia porque não quis, e não porque você estava com o telefone cortado.

Alguns se mostram grossos, dizendo que você mudou muito e que não gosta mais dele, só por não mais ter aceitado ir “naquela” balada, mesmo que o motivo não fosse falta de entusiasmo.

Outros, aparecem na sua casa, dão atenção e te olham de igual para igual quando emprestam aquele dinheiro em falta, que deixou o gás do seu fogão apagado por uns dias. 
Deixam recados de carinho, mesmo estando do outro lado do mundo, passando por “n” dificuldades e mesmo assim, mandando carinho, sorrisos.

Vem na sua casa e trazem vinho, pães, carinho e felicidade. E quando vão embora, deixam um rastro de bons pensamentos, risadas e conforto.

Sim, conforto. Em perceber que esses amigos são daqueles de verdade.

Daqueles que “estão aí” e te querem por perto. Aqueles que sabem, assim como eu, que nem sempre precisamos fazer a troca “dinheiro por dinheiro” e que ainda existem pessoas de verdade neste mundo.

Pessoas que quero encontrar nas próximas encarnações.

Quando estamos muito “fartos”, não deixamos espaço para que pessoas como estas, entrem em nossas vidas.

Hoje em dia, a meu ver, a maioria das pessoas “se bastam”, vivem suas vidas boas, ganham seu dinheiro, têm seus filhos únicos, e ficam tão cheias de orgulho de si próprias que não deixam ninguém chegar perto.

E então, sentem falta. Aquele vazio. Do que?

Nas grandes cidades isso é ainda mais crítico, nem o tio da padaria você se deixa conhecer, um mero bom dia ao porteiro já mudaria tudo.

E vão vagando, sozinhas, por entre suas tecnologias e contas bancárias, perdidas, procurando oq eu só encontrarão quando tiverem a coragem de deixar o ego, o orgulho de lado.
Quem tem coragem de fazer isso, se dá a oportunidade de ver o outro sentado ao seu lado, oferecendo o que você mais queria.

E por algum motivo, que só os mais loucos compreendem, veio esta música dos Secos e Molhados a cabeça:

 

Primavera Nos Dentes

Secos & Molhados

Composição: João Ricardo/João Apolinário

Quem tem consciência pra se ter coragem
Quem tem a força de saber que existe
E no centro da própria engrenagem
Inventa a contra mola que resiste

Quem não vacila mesmo derrotado
Quem já perdido nunca desespera
E envolto em tempestade decepado
Entre os dentes segura a primavera

Obrigada universo!
Obrigada universo!

 

 

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “Trazendo a primavera…

  1. Minha querida, se eu te disser que esse post me emocionou a ponto de não poucas lágrimas rolarem, você acreditaria? E que ao ver a música no final de suas palavras, um arrepio interno eternizou-se?

    É um prazer saber que amizade pura e verdadeira existe. E eu sou feliz por tê-la na minha vida. Ter você e a família monkey todinha. Eu me sinto acolhida por vocês. E a angústia que tem feito, diariamente, parte da minha vida, por um momento não teve forças pra me levar com ela. Porque vocês são mais fortes. A Flávia, o Hunfrey… e até a esposa do Marcondelli que conheci ontem… todos. Todos!

    Amo muito você. E é pra sempre!
    E paciência porque eu vou conseguir cortar a laço.
    Irei me libertar.

    Um abraço como aqueles que te dei ontem.

  2. Mulher, a vida é muito melhor e mais valiosa do que você imagina. E estamos aqui, amigos, familia, calor, carinho, gritos e visão…vamos desanuviar (como diria uma música q vc precisa ouvir).

    Muitos abraços, beijos e tudo de bom para nós.

  3. E vcs duas acharam que eu não comentaria esse texto ne ? heheheheh
    Tenho vivido dias maravilhosos ao lado de todos vcs. Estou tentando fazer aquilo que a alguns dias vc me disse:cuidarmos uns dos outros. É assim que quero ser, e vc Nath querida so tem me mostrado que isso é possivel. É sempre um ajudando o outro, não necessariamente o que nos ajudou, mas outros que tb precisam. Passar o bem adiante, essa força que nos move, esse calor humano que nos dá a imaginação, para escrever, para fotografar, e que nos faz acreditar nas pessoas!
    Te admiro demais mulher, e por essas e outras que digo com propriedade que todas essas dificuldade que estamos passando está realmente passando. Outros desafios estão vindo, nossas forças são renovadas diariamente e os amigos verdadeiros surgindo a todo momento.

    Amo vc nath pela força, pelo sorriso, pela calma e paciencia,.
    Amo vc Jhenifer pelos versos, pelas palavras, pela delicadeza
    Amo vc Nathalya que mesmo longe nos envia sua luz, seu carinho, sua sabedoria

    Amo vcs minhas queridas !!!

  4. O que dizer se já dissemos tudo?
    Só posso tentar te dizer, por palavras, que sinto o mesmo por vocês, e que um largo e sincero sorriso se abre cada vez que vejo você no meu portão, com uma tupperware cheia de pãezinhos recheados de patê.

    Lindas.

    E sobre as dificuldades vos digo, assim como para mim, para vocês duas, elas são passageiras. Todas essas loucuras, um dia, terão ficado para trás.

    Muitos beijos, muitos abraços e um convite, venham, venham em casa, sempre.

  5. Amores,

    Esse post é lindo!!!!
    Nath, queria muito passar o natal com vcs, mas de amiga dura pra amiga dura, vc me entende, né? Vamos ficar so eu e o Joel aqui e comer o que sobrou do jantar de hoje. Mas tudo com muito amor.
    E com muito amor por vc, pelo Macaco, pela Sophia, pela Flavia e até pela Jhenifer que ainda não conheci mas já percebi que é uma pessoa cheia de luz. Vou passar esse natal com muita saudade de amigos que estao espalhados pelo mundo! E queria muito estar com vc. So li este post agora pq nao tenho internet em casa e hj o namorado da Joyce trouxe o laptop dele pra ca.
    Quero dizer ainda muitas coisas, mas por serem coisas tao verdadeiras e belas, as envio por pensamento e carinho.
    Muito amor pra vcs e que o nosso reencontro seja em breve!
    Fla, ve se arranja um jeito de vir pra ca com a Nath!!! Seria tudo de bom!!
    Nath, te amo muitao! Essa fase é foda, mas passa! Eu tb estou passando por ela, morando de favor, sem grana pra nada… Mas me sinto muito rica de amor e amigos!!!
    Um beijaaaaoooooo

  6. Pois é Nathy, passamos por dificuldades, de várias maneiras, mas continuamos a viver com paixão e amor.
    Nossa grande Mãe está sempre conosco, dando luz, amor e ensinando a viver de maneira plena e graciosa.

    Aqui, passamos só nós três também, e apesar de todos os apesares, foi um dos melhores natais. Por que foi tranquilo, feliz e junto com pessoas que se amam e se respeitam.

    Estamos te esperando vir pra cá lindona, se estívessemos com grana já estaríamos aí, vc sabe…Mas tudo tem seu tempo. Eu sei esperar. 🙂

    Muito carinho, muito amor, respeito e um mega beijo. Também nos sentimos ricos em ter amigos e amigas tão lindas quanto vc.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s