“Asfixia

Estou aqui do teu lado
e nunca vou te deixar
foi minha alma que saiu de mansinho
e foi lá fora um instantinho
tomar um pouco de ar”.

                                                                     Anna Duarte

Adoro essa frase, ela me faz pensar na necessidade que temos de ficarmos só, mesmo acompanhados. Acho que é essencial termos aquele tempo para fazer do nosso jeito, resgatar a nossa identidade, que muitas vezes se mistura à do nosso companheiro, principalmente quando casamos. Aquele momento “eu me amo, eu me amo, não posso mais viver sem mim”.
O mundo se torna só seu, sem distrações, sem pensar na aprovação e com um olhar único.

Essa semana, meu marido está em Ribeirão Preto (2 horas daqui) gravando uns comerciais, e vai ficar até sexta por lá.
De imediato, eu admito (bem envergonhada) que dei xilique. Sei lá o que aconteceu, parecia TPM, me senti sozinha, largada, louca. Conversamos, conversamos e depois eu conversei com as mulheres da minha matilha (minha mãe e minha irmã) e então eu entendi, voltei pra terra e fiquei super feliz. Fiquei feliz tanto porque meu marido está conseguindo tornar seus sonhos realidade, trabalhando com cinema e tv, quanto porque eu teria a semana toda para mim (junto com a Sophia, claro).

Fiz uma comidinha bem besta pra mim, reguei as plantas, visitei uma amigona, fui ao mercado, mexi nos meus tão amados livros, pintei os caixotes (que virarão a estante de livros) e ainda quero fazer mais coisas. Pensei na vida, em como eu mudei, nas grandes mudanças, casada, a Sophia, a casa. Olhei o entardecer e o nascer da lua. Conversei comigo mesma através de um livro (Mulheres que correm com os lobos -Clarissa Pinkola Estés) e percebi o quanto amadureci.

Quando o Macaco (meu marido) está aqui, eu também faço essas coisinhas, mas é diferente, eu espero ele chegar, faço coisas com ele e dele, toda a energia da casa se mistura à dele. E eu amo ficar com ele, compartilhar até aquelas piada idiotas que só eu dou risada. E também amo ficar comigo, mesmo que agora isso seja quase impossível por causa da Sophia. O bom, é que ela também está aprendendo a ficar com ela mesma de vez em quando, do jeito dela, claro.

Estou recarregando minhas energias, resgatando coisas boas e jogando fora o lixo.

Sou assinante da revista Vida Simples  e no mês passado foi publicada uma matéria sobre esse tema, “Estar (bem) sozinho”, e bem no começo fala de quando o autor da reportagem conversou com um juiz famoso de Recife, conhecido por ser muito ponderado e justo. O juiz iria percorrer (novamente) o famoso caminho de Santiago de Compostela, ele foi indagado do motivo de refazer tal aventura e ele simplesmente respondeu: “É que ainda deixei alguns assuntos pendentes comigo mesmo”.

E com você, isso ocorre também?

Anúncios

7 pensamentos sobre ““Asfixia

  1. loooogico…. fico a maior parte do tempo sozinha, com a casa toda pra mim!!! não tenho muioto horário para trabalhar… trabalho mais no final da semana…. então tenho a casa só pra mim a maoir parte do tempo!!!! hehehehehe…. mas também adoro a companhia do meu maridinho (isso não se discute!). mas quando estou sozinha posso fazer o que eu quiser!!! como minhas gororobas, pinto minhas unhas (coisa que deixa meu marido muito irritado pois ele odeia o cheiro do esmalte e da acetona!!!), enfim!!! eu me curto, ainda mais porque sou uma pessoa inquieta… uso esse tempo para ficar comigo mesma, como diz o texto acima: “resolvo minhas pendências comigo mesma”!!!! 😉
    beijos tati.

  2. Opa! Até qdo nao quero a vida me faz ter esses momentos.
    Adoro ler seu blog!
    Saudadona maior que o mundo.
    Bises, ma belle.

  3. Sur le texte, je pense que nous sommes égale. J´ai senti la même chose quand Cá a voyager.

    (tá ficando foda, ainda não tenho um raciocínio em francês)

  4. Puta merda, eu errei tudo. Apaga ai que quando eu tiver melhor eu reescrevo. rs*
    Pensei que dava para apagar, mas loguei com outro usuário que não do blogspot.com =((

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s